4 passos para melhorar a rotina escolar dos filhos em casa

4 passos para melhorar a rotina escolar dos filhos em casa

4 passos para melhorar a rotina escolar dos filhos em casa

Apenas; Constantemente; Depois que; Desde que; Enquanto; Em seguida; Logo depois; Imediatamente; Frequentemente; Ao mesmo tempo; Posteriormente; Conforme; De maneira idêntica; Segundo; Tanto quanto; Tal qual; Por outro lado; Assim como; Em contrapartida; Igualmente; Ao contrário. Antecipadamente; Antes de mais nada; A princípio; De antemão; Acima de tudo; À primeira vista; Desde já; Primeiramente; Antes de tudo; Sobretudo; Primordialmente; Em primeiro lugar. Ainda mais; Assim como; Do mesmo modo; Bem como; Contudo; Juntamente com; Apesar disso; Em outras palavras; Nesse sentido; Por exemplo; Seja como for; Todavia; Ainda assim; Porém; Além disso; Em outras palavras; Ou seja. Agora;

São dias raros esses que estamos vivendo. Compartilhamos não só o risco de sermos infectados por um vírus que ainda é uma incógnita, até mesmo para a ciência, como também partilhamos sentimentos e necessidades.

            Sentimos medo. O medo do novo, do desconhecido, do incerto. O medo de não dar conta. O medo do medo.

            Necessitamos. De segurança, de respostas, de orientação, de apoio. De resiliência emocional para lidar com isso tudo. De alguém que, sabendo pouco ou muito mais do que nós, seja uma referência. Um norte. Um farol.

            São dias em que pais estão tendo de ser professores. A maioria de nós não foi preparado com didática e técnica apropriadas para ensinar nosso filho. Mas você, mãe, pai, precisa entender que você é a representação concreta mais próxima que o seu filho tem de um professor. O ambiente virtual não traz essa concretude. Sendo assim, “vista o jaleco” e tente ser o mestre que o seu filho necessita.

            Não estou aqui dizendo que você precisará ter domínio do conteúdo e dar aula. Não. Tudo o que ele precisa é de você. Da sua presença e do seu suporte.

            Criar uma rotina escolar traz o mínimo de organização psicológica e mental para que toda a família possa processar o cotidiano. O estudante, tenha ele a idade que for, desempenha suas tarefas com mais qualidade se souber o horário e o tempo certo para cada atividade.

Passo 1 – Estabeleça horários

Estabeleça horário para dormir e para acordar. Distribua ao longo do dia o horário de cada atividade (banho, lanche, leitura, redes sociais, jogos) e procure ser fiel ao cumprimento desses combinados.

Passo 2 – Tenha um espaço apropriado para a hora do estudo

Ter um espaço adequado para o momento das aulas virtuais e para o momento das tarefas de casa é determinante para o sucesso do desempenho das atividades. Providencie um ambiente claro, arejado, silencioso e sem distrações. Oriente seu filho a sentar-se numa posição que não cause dor ou desconforto.

Passo 3 – Crie momentos de lazer

Pois é. Parece paradoxo rotina de estudos e lazer. Mas não é. O trabalho rende mais quando lembramos que nas férias faremos aquela tão desejada viagem. A semana rende mais quando sabemos que na sexta à noite podemos sair com as amigas sem a preocupação de no dia seguinte ter de acordar cedo. Os estudos dos nossos filhos rendem mais quando eles se lembram que o tempo de jogar FORTNITE no final de semana é praticamente ilimitado, ou que no final de semana tem sessão de cinema em família, ou que sábado é noite de jogo de tabuleiro com hamburguer, ou que no sábado de manhã é dia de descer a rampa do condomínio no velotrol.

Passo 4 – Crie uma rotina para você

Precisamos ser espelho. Não tem como dar exemplo assistindo Netflix enquanto nosso filho está na aula online. (ok. Eu sei que a gente merece!)

Mas procure fazer algo no momento que seu filho está estudando que traga à sua casa uma atmosfera de produção. E se o seu filho for pequeno, APENAS esteja presente. De verdade. Não fique pensando na reunião de ontem e nem na que vai acontecer amanhã. Esteja. No tempo presente.

            Crie uma rotina (não seja inflexível, ok?), um quadro horário, faça uma reunião em família explicando “como vai funcionar a partir da segunda-feira” e assista as coisas fluírem melhor diante de você. Seja leve! E não se esqueça de que, nesse momento, o QE (quociente emocional) é mais importante do que o QI (quociente de inteligência).

Por Iara Neves
Coach de Atitude®. Professora. Especialista em desenvolvimento humano.
@iaracneves

Apenas; Constantemente; Depois que; Desde que; Enquanto; Em seguida; Logo depois; Imediatamente; Frequentemente; Ao mesmo tempo; Posteriormente; Conforme; De maneira idêntica; Segundo; Tanto quanto; Tal qual; Por outro lado; Assim como; Em contrapartida; Igualmente; Ao contrário. Antecipadamente; Antes de mais nada; A princípio; De antemão; Acima de tudo; À primeira vista; Desde já; Primeiramente; Antes de tudo; Sobretudo; Primordialmente; Em primeiro lugar. Ainda mais; Assim como; Do mesmo modo; Bem como; Contudo; Juntamente com; Apesar disso; Em outras palavras; Nesse sentido; Por exemplo; Seja como for; Todavia; Ainda assim; Porém; Além disso; Em outras palavras; Ou seja. Agora;

Compartilhe esse conteúdo

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email